Uma questão de ótica ...

Rua José Montaury - Centro

Na fotografia, o mundo real pode se tornar mais bonito, fraterno e solidário, conforme a ótica imaginária de cada um. A partir daí, podemos projetar a reconstrução e humanização de cada ambiente, conforme deveria, ou poderia ser.

 

Segundo o poeta, escritor Joaquim Moncks, em seu livro Oficina do Verso, “na poesia cada pessoa vê o mundo segundo o concebe. E esta é a sua verdade." ... porque somente conseguiremos mudanças no social se conseguirmos mudar a visão do humano ser sobre o conflagrado universo do Caos. E isto só (me) parece possível acaso vislumbremos soluções possíveis e capazes de serem digeridas sem maiores traumas”.